O BOM DO FIM DE UMA PESCARIA É QUE JÁ ESTAMOS INICIANDO OS PREPARATIVOS PARA A PRÓXIMA.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Carpa

Hoje vou falar um pouco sobre como montar um material para pescar carpas.



A carpa é um peixe de origem chinesa, se alimentam de fito-planctons (micro algas),  em pesqueiros é fisgada na superfície com bóias e equipamentos específicos como chuveirinho e uma boa massa doce.

Equipamento


Deve-se usar um equipamento de varas de 2 a 4 metros, dependendo do pesqueiro e do tamanho do lago, esta varas devem ser de categoria média para pesada em função dos arremessos com iscas muito pesadas.
Molinetes ou carretilhas que comportem linha 0,40mm pois para quem fala que carpa não briga é porque nunca engatou uma nervosa das grandes  que quando dá uma corrida, estoura facilmente as linhas mais finas.
Outro fato muito importante na pesca de carpas é a fisgada que não pode ser exagerada, pois a boca da carpa é MUITO frágil.
Anzois pequenos e afiados tipo maruseigo de número 12 a 18 ou 1/0 a 2/0 são os mais empregados.
As melhores iscas são as massas, podendo ser as caseiras, famosas receitas secretas do pescador ou as industrializadas.


Montagem do Equipamento


O Conjunto para a pesca é composto pelos seguintes itens:

-Vara de 2 a 4mts
-Molinete ou carretilha com linha 0,40mm
-Miçangas
-Chumbo poita
-Bóia
-Chuveirinho (Mola com 5 anzois)

Montagem

Primeiramente colocamos o chumbo solto na linha do molinete.  A primeira miçanga serve para parar no nó de correr. A bóia de cabeçudas. A segunda miçanga e por fim o chuveirinho.

Obs.: Tirando o chuveirinho, o resto fica tudo solto na linha.


Nó de Correr


Ele serve para variarmos a profundidade a qual vamos deixar nossa massa na água. Conseguimos com ele movimenta-lo para deixar a massa mais na superficie ou mais no fundo.
Para fazer o nó, você terá que usar uma outra linha para a sua confecção.
-Pegue um pedaço de uns 15cm de uma outra linha e deixe parelelo a linha do molinete.
-Com o pedaço da linha solta faça um anel mantendo a linha do molinete em sua base.
-Agora você irá passar por dentro desse anel uma das pontas da linha solta, envolvendo a linha do molinete junto.
-Puxe as duas pontas da linha solta e feche o nó.
-Corte o excesso de linha e seu nó está pronto.


Muitos pescadores usam no início o snap, para poder trocar mais fácil o chuveirinho. A miçanga 2 serve para travar no nó de correr, com isso a miçanga 1 trava na miçanga 2 e a bóia fica parada na miçanga 2, assim quando o peixe pegar na isca, ele leva a bóia pro fundo.


Agora vou mostrar como o equipamento fica montado dentro da água.




Quando o peixe pegar o anzol, a miçanga 1 corre, a bóia corre, a  miçanga 2 corre até bater no nó, onde esse trava o conjunto e ai sim, tudo afunda.
Aí é só fisgar e correr pro abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário