O BOM DO FIM DE UMA PESCARIA É QUE JÁ ESTAMOS INICIANDO OS PREPARATIVOS PARA A PRÓXIMA.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Pescar Pacu

Hoje vou falar de uma pesca bastante divertida e esportiva, de um peixe que se caracteriza pela força e belas arrancadas, proporcionando ao pescador emoções diferenciadas exigindo habilidade e conhecimento a fim de domina-lo. Os grandes exemplares podem proporcionar brigas duradouras, dependendo do equipamento utilizado e do tamanho. Por tudo isso, muitos pescadores consideram a melhor das pescarias, sejam em rios, lagos ou pesqueiros. 






O Pacu é um peixe essencialmente tropical, razão pela qual é mais fácil fisga-lo na época do verão e calor forte. No inverno, seu metabolismo diminui consideravelmente, e ele para de circular pelo lago ou rio, permanecendo mais fixo, de forma a reduzir o consumo de energia, deixa de alimentar-se constantemente, passando a viver da gordura acumulada no período propício. Por isso a sua pesca é mais difícil no período de inverno, quando procura águas mais fundas e mais quentes.




A Pesca 

São inúmeras as formas de pescar o Pacu: 

Na batida, onde o pescador geralmente usa como isca uma fruta da região, arremessa para o alto, próximo às árvores frutíferas, fazendo com que caia em pé, buscando atrair o peixe. 

Na superfície, com ração apropriada para alimentação do peixe, joga-se uma quantidade de forma a atrair o cardume a seguir, utilizando-se de miçanga ou até mesmo da própria ração no anzol, arremesse no local desejado e aguarde a fisgada. 



Eu, particularmente, prefiro a pesca de espera, também conhecida como de fundo. Içando a isca no anzol com chumbada, aguarde bater no fundo e espere a fisgada. Esta forma se torna mais prazerosa, pois é necessário aguardar o momento em que o peixe passe próximo à isca. Você poderá ficar com a vara na mão ou ainda deixar no descanso, ai é só esperar o peixe beliscar e fazer a fisgada.

No próximo post irei falar sobre as iscas , o material e a forma de preparar o material para a pesca do Pacu.



Nenhum comentário:

Postar um comentário