O BOM DO FIM DE UMA PESCARIA É QUE JÁ ESTAMOS INICIANDO OS PREPARATIVOS PARA A PRÓXIMA.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Pesca do Robalo

Hoje vou falar um pouco sobre alguns macetes importantes para a pesca do robalo.



O robalo é uma espécie costeira que pode ser encontrada em manguezais, estuários que nada mais é do que o encontro dos rios com o mar e baías. 


São encontrados em águas salobras podendo ser encontrados até vários quilômetros acima da foz, principalmente em épocas de desova.
O robalo é um peixe que gosta de águas calmas, barrentas e sombreadas e costumam ficar próximo ao fundo.
Alimentam-se de pequenos peixes e crustáceos, especialmente camarões e caranguejos.

Equipamentos
Para a pesca do robalo normalmente é utilizado um equipamento médio/pesado; linhas de 14 a 25 lbs, atadas a um arranque de uma linha mais grossa, com no mínimo dois metros, pois depois de fisgado, o robalo procura proteção entre os galhos e tocas.

Iscas
As melhores iscas são de camarão, corruptos e pequenos peixes vivos que podem ser usadas sendo arremessadas nas margens ou serem usadas na rodada, próximo ao fundo.
As iscas artificiais como plugs, tanto de superfície quanto de meia água, jigs e shads também são bastante produtivas e devem ser trabalhadas junto aos troncos e galhadas junto as margens.

Maré
Sempre que sair para uma pescaria de robalo, consulte a tábua de marés. Escolher uma lua de quarto, pode ser crescente ou minguante. Consultando a tábua de marés você poderá ter ideia da amplitude, ou seja , se a maré tiver uma amplitude muito grande, significa que ela irá correr e sujar, desta forma é melhor escolher sempre uma amplitude menor aonde a aguá esta limpa.

Em outra oportunidade irei falar sobre algumas iscas artificiais usadas para a pesca do robalo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário